× iCasei

Baixe o App do nosso casamento e busque: natalia_e_rafael_2018

Baixar

Natália e Rafael

SEJAM BEM-VINDOS AO NOSSO SITE
Natália e Rafael

Nossa história

Como é bom recordar! Conheça os detalhes da nossa caminhada até esse grande sonho do nosso casamento.

Fotos Recentes

VERSÃO DELA

Em plena sexta-feira 13, para ser mais exata, 13 de fevereiro de 2004, o amigo dele falou com a minha amiga que um garoto queria me conhecer (sim, somos dessa época! Rs)! Eu, míope e sem óculos, tentei enxergar quem era, mas para ser bem sincera, não enxerguei quase nada, só vi alguns detalhes e segui o conselho das minhas amigas que disseram que ele era lindo! Logo percebi que era lindo e também o cara mais tímido do colégio!! Hahaha

Aquela primeira conversa tímida e sem jeito foi dando espaço para algumas olhadinhas pelos corredores e longas conversas por telefone durante um bom tempo!

O primeiro beijo aconteceu meses depois, e o que era para ser só uma “amizade”, virou um namoro de quase 7 anos! Até que por um sinal de Deus, dizendo que não era a hora, ou por pura imaturidade, terminamos uma história que todos diziam ser linda! Passamos 5 anos separados, e agora, com certeza, estamos mais fortalecidos para seguir o caminho escrito por Ele!

Eis que dia 15 de abril de 2016... dia exato que completávamos 5 anos separados, eu puxei assunto com ele pelo WhatsApp (nem me lembro o por quê! Rs). Uma conversa rápida... e com certeza mais tímida que a da primeira vez, deu espaço para uma dúvida na minha cabeça! Por que depois de tanto tempo resolvi mexer nessa história? Aquilo com certeza não fazia nenhum sentido!!

Praticamente 2 semanas depois, dia do meu aniversário, ele mandou uma mensagem, me parabenizando e puxando alguns assuntos, querendo saber da minha vida, minha família e quando me dei conta, já estávamos conversando há semanas!

Aquilo tudo, mais uma vez, não fazia sentido! Por quê? Pra que brincar com meu coração de novo?

Bom, por receio ou por vergonha, resolvi que não contaria aquela maluquice pra ninguém, mas vocês sabem como as mulheres são, né? Não conseguem guardar segredos!! Nessa história toda tive duas cúmplices: Minhas amigas Gisele e Marilis. Elas que me deram conselhos e apoio para entrar de cabeça nessa história (Obrigada, meninas!!).

Depois de muuuuita conversa, decidimos nos encontrar. Ele foi esperto e escolheu justo o final de semana do Dia dos Namorados para vir me ver. Depois de anos sem conversar, sem se ver... confesso que parecíamos duas crianças... com medo, vergonha, pensativos, mas naquela hora já era tarde! Estávamos ali, frente a frente, dispostos a resolver todo o nosso passado e esclarecer nossos erros, mas quando nos vimos, nada disso foi necessário. Percebemos que o silêncio e a presença um do outro já era o suficiente!

Agora estamos aqui prontos para seguir nosso destino e próximos de realizar nosso maior sonho: O NOSSO CASAMENTO!!!

 

VERSÃO DELE

Eu tinha acabado de sair de um namoro de 2 anos e estava fazendo um curso técnico. Nem passava na minha cabeça em namorar de novo quando comecei a reparar numa mocinha que estudava nessa mesma escola. Todos os dias eu esperava o horário do final do intervalo, pois sabia que ela sempre bebia água nesse momento no bebedouro em frente minha sala (eu sei que era por minha causa, mas ela nunca vai assumir), e era sempre assim, ela chegava arrasando e eu pensava: “Isso não vai prestar!”. Então eu disse pro meu amigo: “Essa que eu vou pegar!” Quando eu vi, eu já tava puxando seu braço... e tome, tome amasso (meu Deus do céu)! Nossa! Eu acho ela TOP.. Quem me dera tivesse sido tão fácil assim... Affffff...

Agora vamos falar da Naty.

Por muuuuuuito tempo ensaiei em conhecê-la. Meus amigos tentavam forçar esse momento, mas meu coração batia tão forte (e bate até hoje quando a vejo) que eu praticamente fingia um infarto. Até que um dia, não teve jeito... um de meus amigos (cansado da minha enrolação) foi falar com ela e ela aceitou me conhecer (PQP, foi o que eu pensei... ah, e FDP também... FU___ também). E agora, o que eu diria pra ela? Enfim, aconteceu. Graças a Deus, naquela época não existia WhatsApp (obrigado Senhor!), se não, seria o vídeo mais visto da internet de tão nervoso que eu estava.

A partir daí, formamos uma grande amizade e quase 1 ano depois, começamos a namorar.

Foram 7 anos juntos, onde vivemos a transição da fase jovem para adultos juntos e por imaturidade, terminamos o namoro por bobeira.

Foram 5 anos distantes, pensando todos os dias nela. Hoje sou muito grato em poder tê-la de volta e muito em breve, poder dizer “SIM” no altar.